jueves, 7 de enero de 2010

Reis Magos e "rebajas"


Ontem foi dia da visita dos Reis Magos, tradição muito forte na Espanha. Dia 6 de janeiro é o feriado mais aguardado das crianças daqui. E a popularidade dos Reis deixa o Papai Noel cheio de inveja já que as cartinhas (e os e-mails!) são escritos para Baltazar, Melquior e Gaspar.
Os Reis chegam desde Ásia, África e Europa na noite do dia 5 e passeiam em carros alegóricos pelas ruas da cidade distribuindo balas e doces. Acontecimento disputadíssimo não só pelas crianças, mas também por gente que não pensa na idade que tem ao dar tchauzinho para os Reis e disputar entre cotoveladas os doces que as majestades jogam para a multidão.
Minha amiguinha Shiadani, uma adolescente mexicana de 12 anos descobriu a tradição dos Reis em Barcelona há 6 anos atrás. Antes, suas cartinhas pediam por bonecas e jogos, a carta deste ano pedia um CD do Green Day e outro do Coldplay, mas não é porque seus gostos mudaram que ela deixou de curtir e esperar com ansiedade pelo desfile dos Reis e pela manha do dia 6, quando pode abrir os presentes deixados embaixo da árvore de natal.
Ela perguntou ao seu pai o que os Reis faziam com as cartas enviadas pelas crianças. Possivelmente ela já conhecia a resposta, mas esperava que seu pai ainda alimentasse a tradição. Quando ele respondeu simplesmente que as jogavam fora, ela ficou chateada com ele e disse: Eu não quero escutar isso, seu ladrão de ilusões!
Parece terno que ela, que já quer ter um namoradinho, que se preocupa cada vez mais com o estilo de roupa que veste, que deseja que seus seios cresçam rápido, que adora escutar rock e tocar guitarra, nesse dia mostra com toda força que ainda quer manter seu lado infantil. Talvez todos nós, em algum momento da vida defendemos o direito de manter nosso lado infantil e se alguém trata de jogar um balde de água fria em nossas ingênuas crenças, nós nos recusamos a aceitar.
Lembro que quando era criança, depois que passava o natal, não via sentido que minha mãe deixasse a árvore, o presépio e os enfeites de natal até o dia 6 de janeiro, e depois quando chegava esse dia, guardava tudo sem mais.
Eu conhecia a tradição cristã em que dizia que Melquior entregou ao menino Jesus ouro em reconhecimento de sua realeza; Gaspar, incenso em reconhecimento da divindade; e Baltasar, mirra em reconhecimento da humanidade (a mirra era usada para embalsamar corpos e, simbolicamente, representava a imortalidade).
Aqui na Espanha encontrei o sentido do dia dos Reis Magos. É o dia em que, não importa a idade que tenha, a ilusão e a fantasia voltam a estar no coração dos espanhóis, e naqueles que vem de outras culturas, mas se contagiam com esta festividade.
Claro, o consumismo também ganha espaço. Já que todos querem um presentinho dos “Reis”. E as “rebajas” (promoção) começam hoje!!! Vou ser sincera, quando não estiver mais na Espanha, vou sentir igualmente saudades das comemoraçoes dos Reis e das "rebajas". Ou será que mais que das "rebajas"? Pois só quem já viveu uma sabe o quanto é bom. O quanto ela te devolve a fantasia, te da vontade de ser irresponsavelmente infantil e sair comprando com uma rainha.

10 comentarios:

Lau Milesi dijo...

Oi Quel!!! ComuniQuel é cultura pura.Adorei conhecer mais um pouco da cultura espanhola. Lembrei tanto da minha mãe,Quel, nesse Dia de Reis. Ela tinha o hábito de reunir amigas para um chá.Fazia uma reunião de confraternização.
Sua amiguinha mexicana tem um bom gosto musical, gosto muito do Cold Play também.

Parabéns pelo belo e interessante post!!
Besosss

Laís D'Ponte dijo...

"ComuniQuel é cultura pura".

Também acho!!!!

Adorei o texto com tanta informação bacana!

Ahhh, amei a foto dos playmobils!!! hauhauhauhauuaa adoroooo esses bonequinhos, ainda me causam fascínio. Talvez seja um lado infantil que conservarei sempre.
Falando nisso, madrinha, lembrei de um livro que você me deu em 1999. E na dedicatória, você escreveu: "Que toda vez que abrir essas páginas, não importando a idade, lembre-se como é bom termos sempre um lado infantil..."
Me veio à memória isso. =)
E é incrível como sempre que abro aquele livro, um sorrisão me vem. Tuas palavras escritas na minha infância me causam uma alegria imensa!


Madrinha, um abração cheio de saudade!! Sua afilhada te adora demais!

Besos!

Márcio Vandré dijo...

Bom ter esse recanto de cultura e nostalgia (falo dos playmobils haha).
Um beijo e obrigado pela visita!
Retornarei!

Raquel dijo...

Oi Lau!

Obrigada!
Que bom q gostou do post, e pode conhecer mais sobre a cultura espanhola e ainda lembrar da sua maezinha.

Bsitosss

Raquel dijo...

Laizinha do meu coraçao! Que delicia essa recordaçao de um livro de 10 anos atras.
Sei que vc a cd dia se torna mais mulher, e fico feliz que isso aconteceça sem que vc tenha que abrir mão seu lado infantil.

Besitosss

Raquel dijo...

Oi Marcio,

Valeu pela visita, e pelo jeito acertei com a fotos dos playmobils...ahuahauaha

Besitossss

Silvana Nunes .'. dijo...

Olá, boa tarde.
Sou professora, pesquisadora e contadora de histórias.Vivo de blog em blog angariando leitores e tentando divulgar o meu pelo simples fato de perpetuar a história de meu país - tenho medo que ela seja engolida por toda essa globalização.
Se gostar de meu esdpaço e achar minha proposta coerente, por favor SIGA-ME nesta luta por um mundo melhor.
FOI DESSE JEITO QUE EU OUVI DIZER... está convidando para conhecer uma lenda bastante contemporânea - a do pássaro-cabeça-de-vento.
É só clicar no link http://www.silnunesprof.blogspot.com que você chega até lá rapidamente.
Gostaria que tivesse um pouquinho mais de paciência comigo, estou com alguns probleminhas para resolver: preciso de um novo exame de vista e de um monitor novo, o meu está meio embaçado, já tentei regular, mas o problema está com ele mesmo, tenho de comprar outro. E agora não me encontro em condições disso - só eu sei o sacrifício que faço para postar as histórias.
Se já passei por aqui, mil perdões. Como disse, a falta dos meus óculos e esse monitor com problemas não me deixam enxergar direito.
Que os bons ventos soprem a seu favor neste ano de 2010.
A PAZ .
Saudações Florestais !

Ana Guimarães dijo...

Oi, Quel! Adorei o seu post. Acabei de postar sobre Portugal, e terminei dizendo que estava indo para Barcelona: aguarde o meu texto que, entre outras coisas, fala justamente do dia de Reis nessa luminosa cidade. E de suas famosas rebajas.
Saudade dessa linda terra.
Beijos

Raquel dijo...

Ai Ana estou triste, vc esteve em barcelona e ñ nos conhecemos...

Fico feliz que conheça essa cidade que amo tanto, mas é uma grande pena que ñ tenha me usado como guia.

Besitossss

Ana Guimarães dijo...

Querida, você acha que eu faria isso com você?! Eu estive em Portugal e Espanha em 2002, quando ainda não nos conhecíamos! Mas só agora desengavetei esses rascunhos de textos para servirem de guia para uma amiga que viajava, então resolvi publicá-los, entendeu? (Quem dera, estou aqui de molho, esse ano, sem poder viajar: meu marido recém-operado de um rompimento de ligamento do ombro direito, e eu com labirintite...)
Beijos amigos!