jueves, 24 de junio de 2010

O pôr do sol de São João


Os últimos anos eu passei a data do dia 23 (e sua véspera), curtindo "San Juan" em Barcelona. Uma festa de boas vindas ao verão, celebrada a beira do mar, com direito a fogos de artifício, fogueira, música e alegria. Uma festa para se viver entre amigos e que lembra demais o ano novo em nossas praias brasileiras. Cada ano, em seu dia de San Juan teve uma história, a melhor sem dúvida foi a vinda de Dali, meu gato, para casa, com apenas 2 meses de idade e assustadíssimo pela casa nova, gente estranha e os fogos que não cessavam de estourar nos céus da cidade. Porém a história de Dali merece um post a parte.


Foto do Dali no dia que chegou em casa

E o dia que vivo hoje já não é de San Juan é de São João da Bahia. São João no nordeste é coisa série. É feriado. A cidade de Salvador se esvazia para que o interior possa ganhar protagonismo em suas diferentes pequenas cidades cheias de gente de todo canto, que pega horas de congestionamento a fim de viver esse arraial, em que o calor e a alegria estão garantidos. E o tempo tem ajudado muito. Apesar de inverno, provavelmente está mais quente aqui do que no velho continente.

Eu fiquei na capital. Há uns 7 anos eu vivi um delicioso São João no interior na Bahia, já sei como é e preferi desfrutar de uma cidade tranquila e quase desabitada. Mas quem fica se encontra. A festa é certa no pelourinho ou em bairros como o Santo Antônio. Eu fui conferir e não me arrependi. Pude tomar licor de maracujá, comer milho, bolos e outras guloseimas características dessa festa.

Licor caseiro das mais variadas frutas

É uma festa para todos os públicos, que me fez lembrar em alguns aspectos as festas juninas da minha infância no interior de São Paulo. A diferença mais notável veio na hora da competição entre quadrilhas, a roupa dos concursantes e o modo de dançar lembravam mais a uma festa de carnaval. É a quadrilha na Bahia!

E as pessoas.. todos aqueles rostos negros, mulatos felizes me fizeram lembrar que estou num outro estado e me fez sentir num outro país. Lembro do carnaval que vivi em Cuba...


Agora o melhor do dia não foi a comida, a quadrilha, a música, as pessoas, o espetáculo feito por essa gente, mas foi o espetáculo da natureza. Que acontece todos os dias, em todos os lugares mas que raramente paramos para contemplar.


A vista da Bahía de Todos os Santos, desde cima do elevador Lacerda, com um pôr do sol de tirar o fôlego, me faz pensar que São João está feliz com as comemorações de Salvador e estou feliz por presenciar, registrar e compartir esse momento.



Para completar o dia, ou melhor a noite que surgia depois do pôr do sol, São João mandou a lua tão redonda e cheia de si, trazendo ainda mais beleza para essa festa.


Fotos: Raquel G. Oliveira
Para ver fotos de San Juan clique aqui


Feliz São João! ¡Feliz San Juan!
Beso e "xero"
Quel

9 comentarios:

Joice Worm dijo...

Que maldade... Tu na minha terra e eu aqui nas espanhas... Buaaaaaaaaa.
Marcos a fotografar a lua e tu o sol.
Eu no meio desta tempestade de crise, quero mamaaaaaaaaãeeee

Raquel dijo...

Hola Guapa!

Tô amando morar em terras Bahianas!
Vc não tem previsão de vir para ca, nem a passeio?
Fica bem!
Beijos e boa semana!

Ana Guimarães dijo...

Gostei do tom do texto, amei a tonalidade das fotos:divinas!
beijo, querida!

Salete Cardozo Cochinsky dijo...

Querida Quel
Saudades! Sempre escrevo isso né?! Mas sinto mesmo quando fico esse tempo sem poder deixar comentário.
BEM-VINDA outra vez ao "Pôr do sol e São João de nossa pátria mãe.
Te espero em Porto Alegre, por aqui, nesse ano de Copa do Mundo, (na qual me ligo um mínimo para saber algum resultado de jogo), São João passou desbercebido.
Sabemos que essa tradição é mais vivida em outros Estados do que aqui no Sul.
Mas que as Festas comemorativas sempre tem seus atrativos ninguém pode negar. Também um momento para se viver essa integração como mostra essa tua foto com o grupo.
Beijos, agora plenamente na lígua materna.
Salete

Djabal dijo...

Eu tradicionalmente acompanho suas visitas às festas de São João. Desde águas de Espanha e Catalunha. Sempre uma lição de bom humor, acompanhadas de lindas imagens e alguma antropologia. Todo o resto fica para trás nesses instantes, é assim que fuciona para mim. E dessa vez não foi diferente. Gostei do que li. Besitos e gracias.

Raquel dijo...

Oi Ana! Obrigada pela visita e se vc gostou dos tons das fotos, precisava ver as paisagens ao vivo... Mas fico feliz de poder retratar um pouco disso.

Bsosss

Raquel dijo...

Saletita,

Vc sempre escreve isso, e eu também sinto isso sempre, principalmente qdo vejo um comentário seu.
Espero que realmente qualquer hora a gente se encontre, ou em terras bahianas ou em ai em POA.

Espero que vc e sua família estejam melhores.

Bsosss

Raquel dijo...

Djabal meu amigo e fiel leitor, obrigada pela assiduidade e por acompanhar os relatos de minhas sensações dessa festa, seja na catalunya ou na bahia, seja através das palavras ou das imagens.

Bsossss

Lau Milesi dijo...

Oi Quelzita, como vai? Que delícia de festa!!! Melhor ainda saber que a natureza colaborou dessa maneira. Que lindo por do sol!
Amei as fotos!!! Você está linda também. Parabéns!!!
Estou torcendo pela "fúria" só por sua causa, viu?[rs]

Um beijo