domingo, 17 de mayo de 2009

Para educar a uma criança, é preciso de toda a tribu

O dia de Internet se celebra hoje, 17 de maio, em Espanha, organizado pela Associação de Usuarios de Internet. Foi comemorou por primera vez no dia 25 de outubro de 2005. Pouco tempo depois, a Cumbre da Sociedade da Informação, celebrada en Tunísia em novembro de 2005, decidiu propor a ONU a designação do dia 17 de maio como o Dia Mundial da Sociedade da Informação, o que fez com que se alterasse o denominado Dia de Internet a esta data.

É um dia dedicado a fomentar, aproximar e comunicar os beneficios de Internet e das novas tecnologías. Pretende dar a conhecer as possibilidades que oferecem as novas tecnologias para melhorar o nível de vida dos cidadanos. Porém este ano o enfoque é distinto.

"Proteger a infância no ciberespacio" é o lema que escolheu este ano a ONU para a comemoração desse dia. Pertinente escolha, já que as crianças, muitas vezes, dominam mais as tecnologicas que os pais, mas saber como funciona, não quer dizer saber usar, usar adequadamente. As crianças e jovens teem accesso a uma ferramenta muito potente, mas desconhecem toda a sua magnitude, seja para as maravillas que se pode encontrar ou os perigos que contém a Red.

"Ao navegar pelo ciberespacio à procura de informação e diversão e criar suas redes sociais, também resultam serem os mais expostos à exploração", afirma o mandatario da ONU. "Sem a devida proteção, suas valiosas vidas correm graves riscos no perverso mundo dos ciberdelinquentes e dos pedófilos, que sempre estão a procura de presas fáceis". diz Ban Ki-Moon

É preciso orientar, educar e se preciso, controlar a maneira como os pequenos usam Internet. Em muitos casos a educação passa primeiro por professores e pais.
Ciberfamilias é uma web dedicada aos país e educadores interessados em conhecer melhor Internet e se informar sobre as questões relativas a segurança dos menores.
Outra iniciativa que vale a pena conhecer é a
Universidad de padres. Um projeto pedagógico para colaborar com os pais durante todo o processo educativo de seus filhos. A idéia fundamental deste projeto é que toda a sociedade deve ajudar nesta tarefa.
O lema deles é claro: “para educar a uma criança, é preciso de toda a tribu”.
Estejamos sempre atentos a nossas crianças!

4 comentarios:

Daniele Barizon dijo...

Oi, Quel!

Muito legal! O ciberespaço eh o futuro (ou melhor, o presente, rsssssss), mas eh preciso ainda muita conscientizaçao sobre os problemas inerentes dessa facilidade extraordinaria de comunicaçao. Principalmente no que diz respeito a 'educaçao virtual' de uma criança.

Bjs,

Raquel dijo...

Oi Dani, obrigada pela visita e pelo comentario, sempre tao pertinente.
Bsitosss

Marcos Santos dijo...

Bacana Quel!

Aqui tem-se feito um grande esforço para a democratização digital (Chamam "inclusão digital"). O governo do Rio, por exemplo, colocou internet banda larga na favela Dona Marta, num trabalho piloto que se espalhará por outras comunidades (assim espero). Acho que a computação passou a ser condição básica para troca de informações e não consigo enxergar futuro sem isso.

Raquel dijo...

Que legal sabe dessa iniciativa Marcos, já tinha lido algo sobre isso ai da Internet nas favelas.
Mas além de colocar Internet é preciso educar essa gente a uar a red.

Besitosss